home | áreas de trabalho | zif - zonas de intervenção florestal

ZIF - Zonas de Intervenção Florestal

Concelho Idade Quantidade @ Amostra Certificação Vendida Preço de Venda €/@
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             
             

A APFC é a entidade gestora de cinco ZIF:

  • ZIF da Charneca da Calha do Grou (n.º 54)
  • ZIF das Ribeiras da Lamarosa e Magos (n.º 88)
  • ZIF da Erra (n.º 131)
  • ZIF do Divor (n.º 139)
  • ZIF do Baixo Sorraia (n.º 137)
ZIF da Charneca da Calha do Grou (n.º 54)
ZIF das Ribeiras da Lamarosa e Magos (n.º 88)
ZIF da Erra (n.º 131)
ZIF do Baixo Sorraia (n.º 137)
  • Plano Específico de Intervenção Florestal - Relatório [Consulta em PDF]
  • Plano Específico de Intervenção Florestal - Anexo Cartográfico [Consulta em PDF]
  • Plano de Gestão Florestal em Consulta Pública até 14/12/2016 - Relatório [Consulta em PDF]

  • Plano de Gestão Florestal em Consulta Pública até 14/12/2016 - Anexo Cartográfico [Consulta em PDF]

ZIF do Divor (n.º 139)
  • Plano Específico de Intervenção Florestal - Relatório [Consulta em PDF]
  • Plano Específico de Intervenção Florestal - Anexo Cartográfico [Consulta em PDF]
  • Plano de Gestão Florestal em Consulta pública até 14/12/2016 - Relatório [Consulta em PDF]
  • Plano de Gestão Florestal em Consulta pública até 14/12/2016 - Anexo Cartográfico [Consulta em PDF]
O que é uma ZIF?

As Zonas de Intervenção Florestal são áreas territoriais contínuas, constituídas na sua maioria por espaços florestais, sujeitas a um plano específico de intervenção florestal (PEIF), e a um plano de gestão florestal (PGF), geridas por uma única entidade.

As zif geridas pela APFC


Visualizar Mapa

Enquadramento Legal

Decreto-Lei nº15/2009, de 14 de Janeiro.

Para mais informações, por favor clique aqui.

Objectivos Gerais das ZIF geridas pela APFC
  • Promover a gestão sustentável dos espaços florestais que as integram;
  • Coordenar, de forma planeada a protecção dos espaços florestais e naturais;
  • Reduzir as condições de ignição e de propagação de incêndios;
  • Coordenar a recuperação dos espaços florestais e naturais quando afectados por incêndios;
  • Dar coerência territorial e eficácia à acção da administração central e local e dos demais agentes com intervenção nos espaços florestais.
Responsabilidades da Entidade Gestora
  • Elabora o regulamento interno da ZIF, o plano de gestão florestal  e o plano específico de intervenção florestal;
  • Promove a gestão profissional conjunta das propriedades, a concertação de interesses dos proprietários e a aplicação da legislação;
  • Colabora com as comissões municipais DFCI, com entidades locais e / ou congéneres;
  • Recolhe, organiza e divulga dados e informações relevantes;
  • Apresenta anualmente à assembleia-geral de aderentes o plano anual de actividades e o relatório e contas.
Vantagens de ser aderente

Plano de Gestão Florestal (PGF)

Isenção de obrigação de ter um PGF individual para a propriedade (mesmo que esta tenha área superior a 100 ha);

Vantagens Fiscais (Lei n.º 82-D/2014 de 31 de dezembro - Artigo 59.º -D, Incentivos fiscais à atividade silvícola)

  • Isenção de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) nos prédios rústicos que correspondam a áreas florestais aderentes a ZIF;
  • Isenção de Imposto Municipal sobre as Transmissões onerosas de imóveis (IMT) e de imposto do selo, no que se refere à verba 1.1 da tabela geral do imposto do selo, nas aquisições onerosas de prédios ou parte de prédios rústicos que correspondam a áreas florestais abrangidas por ZIF ou de prédios contíguos aos mesmos, na condição de estes últimos serem abrangidos por uma ZIF num período de três anos contados a partir da data de aquisição.
  • Isenções a solicitar na repartição de finanças a que pertence o prédio. Solicite previamente à APFC comprovativo de adesão à ZIF.

    Vantagens no acesso a fundos comunitários

    Majoração na pontuação nos critérios de hierarquização das candidaturas no caso de áreas aderentes a uma ZIF

    Incêndios Florestais

    Maior resiliência do território florestal a incêndios florestais, com implementação no terreno de infraestruturas de prevenção e apoio ao combate como por exemplo Faixas Estratégicas de Gestão de Combustível (FECG).

    Pragas e Doenças

    Maior proteção do território contra pragas e doenças (monitorização, instalação de armadilhas de captura de pragas, prospeção e erradicação de pinheiros sintomáticos, etc)
    Aderir à ZIF

    Formulário de adesão à ZIF, por favor clique aqui.